Itálica - a Andaluzia Romana Desde Sevilha


itálica andaluzia romana

Itálica foi a primeira cidade puramente romana fundada na Península Ibérica e também fora do território italiano. Nela nasceram dois grandes imperadores, Trajano e Adriano.

Já dá pra perceber a importância que a cidade teve, né! Suas ruínas estão em Santiponce, bem pertinho de Sevilha, destino muito visitado por nós brasileiros. Perfeito pra um bate-volta!

Nos dias atuais, Itálica serviu de cenário par várias séries e filmes, sendo a mais importante, Game of Thrones. Na famosa série, as ruínas do anfiteatro são Dragonpit, o Fosso dos Dragões.

itálica andaluzia romana

Algumas Informações Históricas

A cidade romana de Itálica foi fundada no ano 206 a.C. quando o general Públio Cornélio Cipião derrotou o exército cartaginês na Batalha de Ilipa. A cidade foi crescendo em tamanho e importância e na segunda metade do séc. 1 a.C., recebeu o status de municipium. Durante o governo do imperador Adriano (117-138 d. C.) passou a ser colonia, igualando-se administrativamente à metropoli Roma.

Foi o berço de dois grandes imperadores, Adriano e Trajano, e de muitos senadores importantes. Aliás, foi durante o governo de Adriano a época de maior esplendor e desenvolvimento de Itálica.

As excavações arqueológicas começaram em 1781 e continuam ainda hoje. Muito se perdeu durante as guerras e saques ao longo dos tempos, mas dá pra ter uma ideia do que foi a cidade romana mais importante da Andaluzia.

itálica andaluzia romana

As Grandes Construções da Cidade de Itálica

Anfiteatro

Com capacidade para 25000 pessoas, o anfiteatro de Itálica era um dos maiores do mundo romano, só perdendo pro Coliseu em Roma e pro anfiteatro de Capua, também na Itália. Com 160 m. de comprimento por 137 m. de largura, era enorme pra cidade, que tinha no máximo 8000 habitantes.

Apesar de bem conservado, restam somente as arquibancadas inferiores e o fosso no centro do anfiteatro, onde ficavam os gladiadores e as feras.

itálica andaluzia romana

itálica andaluzia romana

itálica andaluzia romana




Teatro

Localizado fora dos muros da antiga cidade, é a obra civil conhecida mais antiga de Itálica. As arquibancadas foram construídas numa ladeira natural do terreno e podia receber até 3000 espectadores.

Atualmente, após sua restauração, é palco para vários festivais e atividades culturais.

itálica andaluzia romana

itálica andaluzia romana



As Termas

Existiam pelo menos 2 conjuntos termais: as termas maiores e as termas menores. As duas eram públicas e tinham salas com água quente, morna, fria e sauna.

Termas Menores (foto: Roberto Chamoso)


A Muralha

A muralha foi construída em diferentes épocas, à medida que a cidade ia crescendo e servia de proteção militar e religiosa . Dos 50 hectares de perímetro da muralha, que tinha 1,5 m. de espessura, hoje em dia dá pra ver só alguns restos.

itálica andaluzia romana

Templo de Trajano

Essa construção teria sido um grande templo construído por Adriano em honra ao imperador Trajano


Domus

O ápice do esplendor de Itálica foi na época de Adriano, quando foram construídas na cidade nove grandes casas chamadas domus e que pertenceram às famílias mais nobres e ricas da época.

Essas casas tinham a estrutura tradicional das casas romanas com seus pátios interiores. (Com o passar do tempo, essa estrutura também passou a ser típica das casas andaluzes). 

Muitos vestígios e mosaicos de algumas dessas casas estão conservados. São elas:

  • Casa de la Exedra
  • Casa de Neptuno
  • Casa de los Pájaros
  • Casa del Planetário
  • Casa del Patio Rodio
  • Casa de Hilas
Passeando pelo conjunto arqueológico, dá pra gente ter noção também da divisão das ruas, que eram largas e cortadas perpendicularmente e ver também o sistema de transporte de água e "esgoto".

(Foto: Diego Delso)

Informações Práticas





🚌 Quem vai desde Sevilha, pode pegar as linhas de ônibus M-170 (Sevilla-Santiponce) e M-170B (Sevilla-Las Pajanosas) em frente à Plaza de Armas, no centro.

🕦 De janeiro a março e de setembro a dezembro: de terça a sábado de 9h as 17h30. Domingos e feriados de 9h as 15h30.
      De abril a junho: de terça a sábado de 9h as 19h30. Domingos e feriados de 9h às 15h30.
      De junho a setembro: de terça a domingo de 9h as 15h30.

$ 1,50 euros (grátis para cidadãos da União Européia).
                       Obs. Quando fui em abril não me cobraram nada. A recepcionista me perguntou de onde eu era para computar estatísticas e eu disse que do Brasil, mesmo assim foi grátis.

itálica andaluzia romana

itálica andaluzia romana

Foi um passeio bem interessante, mas apesar da importância histórica, achei que podia ser mais explorado turisticamente. Mas vendo o lado positivo pra mim hehehe, melhor que não estivesse cheio de turistas.

Uma coisa que faria diferente hoje, seria contratar uma excursão com guia. Apesar de ter lido antes sobre o lugar, agora eu sei que tem muita coisa interessante que tinha lá que eu não sabia o que era.

Outra coisa pra ficar atento em qualquer passeio pela Andaluzia é o calor. De maio a setembro pode ser insuportável passear a certas horas do dia.

Ah, para os brasileiros que vivem nazoropa e estão com saudades da comida brasileira, quase em frente à entrada do conjunto tem o restaurante La Caipiriña. Bom, não é bem de comida brasileira, a única coisa que tinha era rodízio. Como pra mim seria muita carne, pedi picanha, que veio com batata frita. Aí eu perguntei se tinha mandioca, feijão e arroz e eles trouxeram, mas não está no menu. Foram simpáticos.

Se você estiver por Sevilha, vale a pena dedicar meio dia pra visitar Itálica.


Nenhum comentário

Back to Top