A Ilha do Pessegueiro - Porto Covo

Ilha do Pessegueiro

Me devo a mim mesma escrever mais sobre o Alentejo Litoral, que tem tantas praias bonitas, boa comida e histórias vividas, e onde deixei queridos amigos!

Um dos lugares mais bonitos é a Ilha do Pessegueiro, distante uns 4 km. de Porto Covo, um povoado com pouco mais de mil habitantes.

Inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a ilha está bem em frente à praia e ao forte que levam o mesmo nome.

Ilha do Pessegueiro
Ilha do Pessegueiro


Parque Nacional do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
 Parque Nacional do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina - Foto do fundo do Baú!

Com cerca de 340m. de comprimento e uns 235m. de largura, está a 250m. da linha da Costa.

Sua primeira ocupação data da época dos navegadores cartagineses (218 – 202 a.C.), antes da Segunda Guerra Púnica.

Entre as ruínas encontradas na ilha estão restos de tanques de salga de peixe, usados pelos romanos à época da conquista da Península Ibérica, e que curiosamente dá o nome da Ilha. “Pessegueiro” viria do termo latino “piscatorius” ou “piscarium” que faz referência a peixeEntão, não espere encontrar um pessegueiro!

Ilha do Pessegueiro e praia do Pessegueiro
Vista aérea da Ilha do Pessegueiro e Praia do Pessegueiro (Foto: lassm)

Pode-se ver também as ruínas do que seria o Forte de São Alberto, também conhecido como Forte da Ilha do Pessegueiro, e ainda Forte da Ilha de Fora.

A construção desse Forte iniciou-se em 1590 e nunca foi concluída. Fazia parte de um projeto de defesa da Costa Vicentina. A intenção era cruzar fogos com o Forte de Nossa Senhora da Queimada, conhecido como Forte da Praia do Pessegueiro ou Forte da Ilha de Dentro. Esse Forte encontra-se em terra continental em frente à ilha, e até onde eu sei, não está aberto a visitações.

Forte da Praia do Pessegueiro (Foto: Gyduxa)

A ilha sim, pode ser visitada no período de junho a setembro. Vários barcos saindo de Porto Covo fazem visitas guiadas.
No verão a Praia é muito concorrida. Aliás, todas as praias da Costa Alentejana o são!  A região atrai também aos amantes de esportes náuticos, como windsurf, canoagem e mergulho.

Praia da Ilha do Pessegueiro, ao fundo Sines.
Praia da Ilha do Pessegueiro. Ao longe, Sines.

Praia da Ilha do Pessegueiro e Forte da Praia do Pessegueiro
Arredores da Praia da Ilha do Pessegueiro e Forte da Praia do Pessegueiro.

Na baixa temporada, um bom passeio é tomar alguma coisinha no restaurante “A Ilha”, na Praia do Pessegueiro e ver o pôr-do-sol. E tirar fotos! Comece pela estradinha de asfalto que leva à praia, de onde se tem uma linda visão da ilha ao longe.

Ilha do Pessegueiro. (Foto: Rodolfo Barros)

Ah, e deixo também essa linda música do grande cantor português, Rui Veloso, em homenagem à região:

Porto Côvo (Rui Veloso)


Roendo uma laranja na falésia

Olhando o mundo azul à minha frente,

Ouvindo um rouxinol nas redondezas,

No calmo improviso do poente



Em baixo fogos trémulos nas tendas

Ao largo as águas brilham como prata
E a brisa vai contando velhas lendas
De portos e baías de piratas

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Côvo

A lua já desceu sobre esta paz
E reina sobre todo este luzeiro
Á volta toda a vida se compraz
Enquanto um sargo assa no brazeiro

Ao longe a cidadela de um navio
Acende-se no mar como um desejo
Por trás de mim o bafo do destino
Devolve-me à lembrança do Alentejo

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Côvo

Roendo uma laranja na falésia
Olhando à minha frente o azul escuro
Podia ser um peixe na maré
Nadando sem passado nem futuro

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Côvo




Nenhum comentário

Back to Top