O Que Ver no Palácio de Versalhes

Follow my blog with Bloglovin
Versalhes
Capela Real de Versalhes

Só agora que me dei conta de que não escrevi sobre o Palácio de Versalhes, uma visita que foi um sonho realizado.

Já faz quase dois anos que o visitamos e, infelizmente, detalhes do passeio se perderam nesta cabecinha. Mas tcharan... Fotos são para eternizar os momentos vividos e eu sempre dou uma olhada no álbum dessa viagem!

E que momentos! Não sei se foi a emoção de pisar num lugar que sempre sonhei em estar ou se é a nua e crua realidade do lugar, mas Palácio de Versalhes é grandioso, maravilhoso, exuberante, majestoso, ricooooooo...!!!

Conhecê-lo foi um sonho de infância realizado, mas ao mesmo tempo, dava aflição pensar que o povo passava fome enquanto a corte vivia no luxo exagerado (nada muito diferente dos dias atuais).

Versalhes
Salon de Mercure

O Palácio de Versalhes (Chatêau Versailles) foi construído pelo rei-sol Luís XIV e foi o centro da monarquia francesa de 1682 até 1789. Hoje, é uma das atrações mais visitadas da França.

Todo o complexo é formado pelo Palácio, o Jardim, o Grand Trianón e o Petit Trianón.

Antes de planejar sua visita, é sempre bom dar uma pesquisada, pois alguma sala pode estar sendo restaurada ou alguma exposição pode estar sendo feita, assim se evita a frustração de chegar lá e não poder ver alguma sala em especial.  

Versalhes


Versalhes
Galeria das Batalhas

Chatêau Versailles – Palácio de Versalhes


Pra quem não comprou ingresso antes (eu \o/), tem que enfrentar a fila pra comprar ingresso e depois a fila pra entrar. Não faça como eu, compre seu ingresso antes. Os preços variam dependendo do que você quer ver. Confere no final do post na página oficial do Palácio de Versalhes.



Podemos visitar o interior do Palácio e ver inúmeras salas ricamente decoradas. Algumas até demais! Não consigo imaginar como alguém conseguia descansar num quarto cheio de frufru como são, por exemplo, o quarto do rei e o quarto da rainha (cada um tinha o seu, devidamente decorado com pompa).

Versalhes
Quarto da Rainha

Entre as várias salas exageradamente ornamentadas, sem dúvida, a maior atração é a Galerie des Glaces (Galeria dos Espelhos). A sala une a ala norte e a ala sul, tem 70 m. de comprimento e 375 espelhos. Aí sim, consegui imaginar os famosos bailes da corte francesa. Nessa galeria foi assinado o Tratado de Versalhes em 1919, que colocou fim à 1ª Guerra Mundial.

Versalhes
Galerie des Glaces

Só pra vocês terem uma noção da grandeza do lugar, olha só esses números do Palácio de Versalhes: são 700 quartos, mais de 2500 janelas, 352 chaminés, 6300 quadros, 67 escadas, 2000 esculturas e estátuas e 50.000 objetos de decoração e móveis.

Jardins


O famoso jardim possui 800 hectares e 55 lagos artificiais, é lindo e vale a pena a visita. Mas vá com tempo porque se gasta muito pra andar pelos caminhos simétricos do jardim com suas inúmeras esculturas de mármore e fontes. No dia que fomos estava programado um espetáculo de Águas Musicais, em que as fontes são ligadas ao som de música barroca. Achei meio bobinho e simples. Eu tinha a ideia de que seria algo mais espetacular, tipo águas que dançavam no ritmo da música. Se é assim, no dia que fomos não aconteceu.

Versalhes

Versalhes

PetitTrianón (Pequeno Trianón) – Domínio de Maria Antonieta


Localizado no complexo de Versalhes, esse “pequeno e simples” palácio campestre foi usado por Maria Antonieta pra escapar da luxuosa vida na corte. Claro, comparando com palácio principal, o Petit Trianón é mais simples, mas ainda assim a madame teve muita mordomia.

Possui ainda uma aldeia com casinhas que imitam uma granja.

Versalhes
Privada real: um luxo pra poucos!

Versalhes

Grand Trianón (Grande Trianón)


É um palácio de mármore rosado e está perto do Petit Trianón. Foi construído a mando de Luís XIV para refugiar-se da corte com sua amante Madame de Montespan. Estes dois palácios estão a uns 3 km. do palácio principal. Há um trenzinho que faz o trajeto por €6,90.

Versalhes

O ideal é reservar um dia inteiro para ver todo o complexo, porque realmente é enorme. E eu recomendo a visita aos quatro lugares, cada um tem sua beleza e história e todos, grandiosos.  

Informações Práticas


Como chegar desde Paris (distância de 25 km):

Trem:
Versailles River Gauche – RER C nas estações Saint- Michel e Champ de Mars.
Versailles River Droite – Transilien nas estações Saint-Lazare e La Defénse.
Versailles Chantier - Transilien na estação Montparnasse.

Carro: 
Pela A13 direção Rouen/Saint-Quentin-en-Yvelines/Versailles, saída 5.

Alimentação e presentes: há vários pontos de venda distribuídos por todo o complexo.

Não é permitida a entrada de carrinhos de bebê e mochilas com armação de metal. Se for com seu bebê, leve-o em canguru ou sling.

Animais não são permitidos.

Nas salas, apagar o celular. É permitido fazer fotos somente sem flash.



Versalhes


Precisa de hotel perto do Palácio de Versalhes? Confira estas promoções no Booking:

Booking.com





Nenhum comentário

Back to Top