24 Coisas que os Garçons Gostariam que os Clientes Soubessem



Dia 11 de agosto é dia de uma das profissões mais comuns do mundo e das mais importantes, sobretudo para o setor turístico - o Garçom (Empregado de Mesa, em Portugal) .

Durante um tempinho na minha vida trabalhei como garçonete, e sofria muito, porque sentia que muita gente não respeitava esse trabalho.

Todos nós queremos chegar em um restaurante, ter uma mesa pronta, um serviço rápido e um garçom agradável. Os garçons também querem um cliente legal, que não os deixem loucos e que lhes deixem uma boa gorjeta.

Vou ficar do lado dos garçons e colocar a lista de 24 coisas que eles gostariam que os clientes soubessem:

1- Seu lugar não é escolhido na sorte.

Existem razões estratégicas para que o garçom decida seu lugar. Número de reservas, a política do restaurante e o número de comensais. Não se pode sentar a duas pessoas em uma mesa para quatro se o restaurante está cheio ou se é horário de pico, há regras. Seja compreensivo, não é um problema pessoal se te colocam perto da cozinha em vez de perto da janela.

2 – Não interrompa o garçom durante sua apresentação.

O garçom talvez te dará as boas-vindas e te apresentará as recomendações e pratos-do-dia. Escute-o, é falta de educação interromper! Em menos de 30 segundos você poderá pedir suas bebidas.

3 – Se tem pressa, avise-o antes.

Em primeiro lugar, se você tem pressa, talvez seria melhor ir a um restaurante de comidas rápidas. Mas, se ainda assim prefere ir a esse restaurante que te recomendaram e tem pressa, diga ao garçom. Fale com ele e seguramente tentará diminuir o tempo de espera para que você possa comer o quanto antes. Atenção: tudo dentro do possível!!!



4 – Se quer condimentos, peça no princípio, junto com a comida.

Desta forma poupará viagem e tempo do garçom.

5- Olhe para o garçom enquanto ele toma nota.

O contato visual além de ser mais respeitoso, melhorará seu serviço.

6- Não mantenha conversas paralelas enquanto o garçom toma nota.

“O senhor quer a carne ao ponto ou mal passada?”  “batatas-fritas ou salada?”
Depois de cada pedido é normal que o garçom faça algumas perguntas para que a comida esteja do seu gosto. Espere que ele acabe de tomar nota do pedido para retomar a conversação.

7 – Não estão tratando de "cantar" seu(a) acompanhante.

Ser educado e amável faz parte do trabalho. Não estão tratando de roubar seu(a) namorado(a), estão fazendo seu trabalho!



8-  Não podem ler sua mente.

Diga ao garçom suas intolerâncias alimentares, alergias ou até mesmo sobre a decepção com o serviço durante a comida, para que ele possa corrigí-las. Queixar-se com o gerente depois de pagar a fatura tampouco vai melhorar sua experiência.

9- Tudo tem um limite.

Está bem que para cuidar do seu corpinho você prefira uma salada no lugar de batatas-fritas. Também está bem que personalizem seu pedido ao seu gosto mas, seja sensato! Entenda que quando vai a um restaurante não é você quem cozinha e o restaurante tem a oferta do menu.

10 – Não exija-lhes coisas “por conta da casa”.

Muita gente acha que o garçom amigo, ou aquele mais habitual em te servir, tem a obrigação de convidar o cliente a alguma bebidinha “por conta da casa”.
A verdade é que, se falta algo, terão que dar explicações ao dono e até mesmo pagar do seu próprio bolso.

11 – Os garçons não cozinham sua comida.

O restaurante funciona como uma equipe, mas quem dá a cara de todos os erros e inconvenientes é o garçom. O garçom é responsável de tomar nota do pedido e levá-lo à mesa, não é responsável pelos atrasos da cozinha.



12 – Seja consciente do tempo que se tarda para preparar sua comida.

Se  você pediu uma bisteca bem passada e um mojito, deveria de saber que levará mais tempo sua preparação do que se você tivesse pedido uma cerveja e uma porção de batatas-fritas.

13 – Não estalar os dedos ou assoviar quando quiser chamar o garçom.

O trabalho de garçom não é nem bem pago e nem bem valorizado. Adicionar falta de respeito não vai fazer com que ele se sinta melhor. Normalmente os garçons levam uma plaquinha com seu nome. Seja cortês!

14 – Não interrompa o garçom quando esteja atendendo outra mesa.

Fazê-lo não é só desagradável para o garçom, como também o será para os outros clientes.

15 – Não deixe as crianças soltas pelo local.

Pode parecer maravilhoso que seus filhos se divirtam e que você possa comer tranquilamente, mas um restaurante não é uma creche. Deixá-los livremente brincando numa área que não é própria para eles é desagradável para os outros clientes e, mais importante, é perigoso para eles próprios.
Os garçons estão em seu local de trabalho, carregando bandejas com comida e bebida, e têm que fazer malabarismos entre os pequenos. Para a segurança de todos, mantenha-os em seus lugares.



16 -  O garçom está ocupado sempre.

O garçom tem sempre um monte de tarefas secundárias para executar antes que termine sua jornada. Limpar talheres e copos, abastecer o freezer, limpar mesas e até mesmo o restaurante, em muitos lugares.

17 – Se o restaurante está cheio, não espere a mesma atenção.

Seja compreensivo de que um garçom atende a várias mesas e deve repartir a atenção entre todos os clientes.

18 – Não culpe os garçons pelo preço.

Os garçons não escolhem nem a quantidade de comida nem de bebidas, e muito menos quanto vão custar. Uma vez que você tenha consumido, deve pagar por isso, não importando seu nível de satisfação.

19 – O extra custa.

Se você pede um vinho melhor, mais molho, o dobro de queijo… não se aborreça quando o garçom lhe trouxer a conta!

20 – Se pensa em dividir a conta, avise antes de que se emita o ticket.

As contas nos restaurante são emitidas por mesa, e não por pessoa. Se pensa em dividir a conta, comente antes com o garçom, pode ser que seja mais fácil dividí-la antes de que se emita o ticket.

21 – Provavelmente, este não é o trabalho dos seu sonhos.

Quando eram pequenos não sonhavam em atender mesas até de madrugada, não sonhavam em trabalhar mais quanto mais se divertem os demais.
Por isso, é um trabalho importante igual que qualquer outro. São humanos e também têm dias ruins.



22 – Quanto mais tempo você permaneça em uma mesa, mais trabalho dá ao garçom.

É claro que você tem todo o direito de ter seu tempo e desfrutar da comida, mas não acampe no restaurante. O trabalho do garçom só acaba quando o restaurante está limpo, incluída a sua mesa. Se por acaso, você passar da hora do fechamento, por cortesia, deixe uma boa gorjeta.

23 – Os garçons também tem uma vida fora do trabalho.

Você pode não estar por dentro, mas os garçons têm divertidos horários de trabalho!  Mesmo que o restaurante tenha horário para fechar, os trabalhadores do restaurante só podem ir para casa depois que este esteja vazio e que possam limpar e preparar tudo para o dia seguinte. Ou seja, é o trabalho depois do trabalho!
Por isso, não chegue perto do horário de fechamento da cozinha e, se você é o último no restaurante, acabe e vá tomar uma bebida em um bar.



24 – Opiniões positivas também são importantes!

As pessoas costumam relatar somente as más experiências. Por isso, se você tiver tido um bom serviço, recomende-o e reláte-o.




O texto foi baseado em um artigo da página Elite Daily, e como achei muito interessante, para não dizer perfeito, resolvi fazer essa homenagem!!


Nenhum comentário

Back to Top