Um Clássico da Cozinha Espanhola: Tortilha Espanhola ou Tortilha de Batatas

Tortilha Espanhola - Tortilha de Batatas

E hoje, temos mais um prato típico feito mais ou menos à minha maneira, à moda da Casa na Mala: a Tortilla Española!

Um prato espanhol clássico, em que usaremos ingredientes fáceis de encontrar e baratos: batatas e ovos. O resultado será uma gostosura que pode ser encontrada em qualquer bar ou restaurante espanhol.

Podemos traduzir o nome como Tortilha Espanhola ou Omelete Espanhola. Não deixa de ser uma omelete, mas não é fina como uma omelete tradicional, que os espanhóis chamam de Tortilla Francesa (omelete francesa) e tampouco é feita colocando as batatas na omelete já feita. É cozida com uma mistura dos ingredientes. 

Já passarei a receita, mas antes, como sempre, senta que lá vem a história.

História da Tortilla Española


Tortilla Española - Tortilha Espanhola - Tortilha de Batatas

A históóória... é que ninguém chega num consenso! Vamos às versões:

Até bem pouco tempo, a origem mais tradicional e documentada da tortilha era de uma carta dirigida às Cortes de Navarra em 1817, em que se falava do que os moradores da capital Pamplona comiam: ovos batidos misturados com batatas, pão etc…

Algumas pessoas sugerem que foi invenção de um general da região, Tomás de Zumalacárregui, que inventou o prato por necessidade, já que era fácil e nutritivo, capaz de matar a fome do seu exército. Uma outra, na mesma linha, diz que o general chegou morto de fome a uma casa em Navarra e exigiu comida. A camponesa só tinha ovos e batatas assadas, no que resolveu amassá-las e misturar com uma omelete.

Outra versão aponta origens um pouco mais antigas, atribuindo ao cozinheiro belga Lancelot de Casteau uma receita em seu livro publicado em 1604. Há controvérsias quanto ao ingrediente usado.

A tortilha já foi até objeto de estudo científico! Recentemente, o cientista Javier López Linaje, apontou a origem como sendo da cidade de Villanueva de la Serena, na região espanhola de Extremadura no século XVIII.

O cientista também explica o porquê do êxito da tortilha na Espanha:

-          Baixo custo da batata quando chegou à Europa, ao contrário de outros produtos, como o cacau e o tabaco, por exemplo.
-          Prato nutritivo e que matava a fome.
-         Rápida de fazer, já que usava um novo método de cozinhar, usando uma frigideira no lugar do forno.

Hoje, a batata é um dos ingredientes mais tradicionais da gastronomia espanhola, e a tortilha é a protagonista.

Agora, vamos ao que interessa: a receita!

Receita de Tortilla Española


A receita básica leva batatas, ovos e azeite para fritar. Muita gente coloca cebola, inclusive eu. Ainda acrescento alho, como já comentei antes, adoro!

Há ainda mil outras coisas que se podem colocar na tortilha, como linguiça, queijo, salmão, presunto e o que mais sua imaginação permitir. Existe até tortilha feita com abobrinha no lugar da batata. É uma delícia também, mas nada se compara à tradicional.

Essa é a minha* receita para 3 pessoas (ou 2 esfomeadas):
(*com a coparticipação do maridão hehehe)

Ingredientes:


-          5 batatas (de médias a pequenas)
-          5 ovos
-          ½  cebola (opcional)
-          1 dente de alho (opcional)
-          Sal a gosto
-         Azeite de oliva para fritar (pode ser óleo normal, mas acho mais gostosa frita no azeite)

Tortilla Española - Tortilha Espanhola - Tortilha de Batatas

Modo de preparo:


1 – Descasque as batatas e corte em quadradinhos pequenos e finos. Pode-se cortar também em rodelas finas e depois que já estiver frita, amassá-las na tigela. Corte também a cebola e o alho em pedaços pequenos.

2 - Coloque o azeite numa frigideira para ir esquentando. A quantidade eu coloco no olhômetro. Tem que ser uma quantidade que dê para molhar a batata, a cebola e o alho. À medida que forem cozinhando, os ingredientes perderão líquidos e o azeite quase os cobrirá.

3 - Coloque esses três ingredientes no azeite quente. Primeiro deixe um pouco em fogo médio e em seguida, coloque em fogo bem baixo. A batata deve ir cozinhando no azeite pouco a pouco. Não queremos a textura de batata frita, e sim, cozida. Misture de vez em quando para não grudar no fundo da frigideira.

4 - Batemos os ovos numa tigela. E então, quando estiverem cozidas, colocamos também as batatas na tigela e misturamos tudo, com sal a gosto. (Se você as cortou em rodelas, agora é a hora de ir dando uma amassada com o garfo para que se formem pedaços menores. Não faça um purê! )

Importante! Uma coisa para mim fundamental. A escolha da frigideira para fritar essa massa. Pode-se usar a mesma, depende do tamanho da frigideira e da espessura que você quer que tenha a tortilha. Mas mais importante, depende da força que você tenha nos braços. Eu uso uma frigideira pequena, pois é a que eu consigo segurar na hora de virar a tortilha. Já explicarei adiante, no passo 6. E é importante também que seja antiaderente, ou a massa pode agarrar no fundo e adeus tortilha!

5 - Unte a nova frigideira (ou deixe só um pouquinho de azeite, se vai usar a mesma da fritura da batata). Colocamos a massa primeiro em fogo médio e em seguida, baixamos o fogo e vigiamos para que a tortilha não se queime nem grude.

6 - Quando a parte de baixo estiver pronta, viramos a tortilha usando um prato como tampa. Nessa etapa que eu disse que é importante ter força no braço! Voltaremos a tortilha para a frigideira, só que agora, com a parte crua para baixo. Um truque, é deixar que a massa deslize pelo prato para dentro da frigideira.

Obs. 1 – Pode ser que você tenha que fazer o passo 6 mais de uma vez. Há quem prefira a tortilha mais cozida por dentro, e há pessoas como eu que preferem suculenta, com o meio mais molinho.

Obs. 2 – Na Espanha, existem frigideiras mais apropriadas para fazer tortilhas. São duplas, como essas sanduicheiras de fogão.


Espero que gostem, porque realmente, é de lamber os beiços! Pode parecer complicado, mas depois que se pega o jeito, é bem fácil.

Pode ser servida sozinha, com uma carne, cortadinha em quadradinhos como aperitivo, dentro do pão como sanduíche… Use a abuse!


Tortilla Española - Tortilha Espanhola - Tortilha de Batatas





Um comentário

  1. Morei em Santiago de Compostela e ali aprendi a fazer essa maravilha!

    ResponderExcluir

Back to Top