Guia pra Entender e Ver a Semana Santa de Sevilha

semana santa sevilha

A Semana Santa em Sevilha é uma das maiores festas culturais e religiosas da Espanha e se celebra desde o século XVI. Desde o Domingo de Ramos ao Domingo de Páscoa (em 2018 - 25 de março a 1º de abril), os sevilhanos vivem as procissões com muita paixão, devoção e alegria. Junto com a Feria de Abril, é considerada festa de Interesse Turístico Internacional.


Se você for visitar a cidade nessa época, não tem escolha. Ou você se une aos milhares de sevilhanos e turistas e vive com eles toda essa emoção ou é melhor escolher outra época pra visitar a cidade.

Então, aqui vão alguns conselhos e explicações pra entender um pouco a dinâmica e aproveitar com mais comodidade a Semana Santa de Sevilha.

- A procissão e as "cofradías"

As procissões são divididas por cofradías ou hermandades (fraternidades ou irmandades). Cada uma das 60 cofradías desfila em um horário, dia e itinerário determinado, e nunca coincidem o mesmo trajeto.

Algumas fazem um grande trajeto e com milhares de participantes, já outras não saem do centro histórico. Há procissões mais populares, já algumas chamam a atenção pelo silêncio e recolhimento.

A importância de uma cofradía se mede pela tradição, qualidade e antiguidade das imagens e por aspectos técnicos, como a experiência dos costaleros e da banda de música.

Normalmente, há procissões à tarde e à noite, com exceção da noite da "madrugá", em que o desfile começa à 1 da madrugada e acaba no meio dia.

- La Carrera Oficial

Cada procissão sai de sua igreja, e a Carrera Oficial é o itinerário obrigatório por onde todas as procissões devem passar antes de chegar à Catedral de Sevilha. Ao longo desse trajeto, são colocadas tribunas para as personalidades importantes e pra quem compra uma cadeira. Mas não é fácil conseguir.

Quem gestiona a venda é o Consejo General de Hermandades e Cofradías e todos os anos tem uma lista de espera enorme, já que quem comprou nos anos anteriores, tem preferência pra comprar no ano seguinte. Muitos lugares são revendidos ilegalmente na internet, prática que é bastante vigiada pelo Conselho. 

- Elementos fundamentais de uma procissão

Marcha

São as bandas de música que  acompanham as procissões com músicas religiosas e saetas, músicas flamencas em honra às imagens.


semana santa sevilha

Cruz de Guía

É a cruz que abre o cortejo, e vai acompanhada por dois nazarenos que levam lanternas.

semana santa sevilha

Bulla

É a aglomeração de devotos que se forma em alguns pontos da procissão, principalmente ao redor das imagens religiosas (pasos).

Nazarenos

São os membros das cofradías que acompanham a procissão vestidos com túnicas e máscaras (cá entre nós e sem querer faltar com o respeito, uma roupa parecida com a da Ku Klux Klan. Na verdade deve ser o contrário, já que as confradías são centenárias). Levam bandeiras das irmandades e velas. Quanto mais escura a túnica do nazareno, mais "séria" é considerada a cofradía.

semana santa sevilha

Costaleros

São os membros da irmandade que têm a difícil e importante tarefa de levar sobre suas cabeças, a pesada estrutura de madeira com a imagem religiosa, que pode passar dos 1000 kg. Pra mim é a parte mais emocionante da procissão. Apesar de quase não serem vistos ali debaixo, esses homens são grandes devotos que carregam o peso numa longa caminhada que tem que ser sincronizada e perfeita conquistada com muitas horas de ensaios, sem ganhar nada, movidos somente pela fé.


Esse vídeo é de um ensaio, dá pra notar que não é um trabalho pra qualquer um. Mas quero ilustrar melhor comum vídeo tirado da comédia espanhola "Ocho Apellidos Catalanes" que eu adoro! Olha o que pode acontecer se os costaleros não estão finos:


Pasos

Paso é a imagem e a estrutura de madeira que a sustenta. Geralmente, cada procissão possui dois ou três pasos: o de Cristo, o da Vírgen (também chamado paso palio) e o Misterio, quando possui alguma cena da Paixão. O paso del Cristo costuma ser o primeiro de cada procissão.

Para os sevilhanos, o paso Palio é o momento mais importante da procissão e cada Virgem é única, diferente e especial. Os pasos del Cristo podem ter várias representações, já os pasos de la Vírgen sempre representam o mesmo momento bíblico: Maria chorando a morte de seu filho. Um elemento que muda no paso palio é o manto da Virgem, que são verdadeiras obras de arte.

semana santa sevilha

semana santa sevilha

Penitentes

Os penitentes são os membros da irmandade que, para pagar alguma promessa, desfilam carregando uma cruz e muitas vezes descalços. Vão depois do paso del Cristo.

semana santa sevilha

- Como mover-se entre as procissões

Se você quiser acompanhar o cortejo com mais tranquilidade e longe da bulla, prefira as avenidas largas, é melhor fugir das ruazinhas estreitas do centro histórico. 

Mas se não tiver jeito e você for acompanhar a procissão numa rua estreita, tente chegar antes dos nazarenos

Se você quiser atravessar para o outro lado da rua, às vezes pode ser difícil, então procure um lugar com menos gente e atravesse com educação, pedindo licença, claro!

Outra parte bonita da procissão são os movimentos sincronizados dos pasos com as músicas das bandas, não fique só vendo a banda passar, tenta acompanhar pelo menos uns metros.

É possível também ver as irmandades dentro da Catedral, com horários limitados.

A melhor maneira de ver as procissões em bons locais e entender o que é cada Cofradía é ir com um sevilhano apaixonado pela Semana Santa. Mas se você não conhece nenhum, pode pedir ajuda a um capillita, que são os maiores entendidos. Costumam vestir terno e gravata e levar algum símbolo da irmandade.

- O que esperar em cada dia 

Domingo de Ramos

É a abertura dos desfiles oficiais da Semana Santa e os sevilhanos vestem suas melhores roupas pra visitar as igrejas na parte da manhã e assistir as primeiras irmandades no resto do dia.

Desfilam: La Paz, La Hiniesta, Jesús Despojado, La Cena, San Roque, La Estrella, Cristo del Amor (e La Borriquita) e La Armagura.

Segunda-feira Santa

Um bom dia pra acompanhar as procissões com um pouco de tranquilidade, já que não é feriado.

Desfilam: El Cautivo, Santa Genoveva, El Beso de Judas, San Gonzalo, Santa Marta, Vera Cruz, Las Penas, Las Aguas e El Museo.

Terça-feira Santa

Nesse dia há procissões com muita tradição como La Candelaria e Los Estudiantes, que saem da Universidade. É o dia com mais nazarenos nas ruas, o que pode tumultuar um pouco se há atrasos. Também é mais tranquilo de acompanhar à noite.

Desfilam também: El Cerro, Los Javieres, San Esteban, San Benito, Dulce Nombre e Santa Cruz.

Quarta-feira Santa

A quarta é véspera de feriado e à partir desse dia fica tudo muito cheio. Na quarta, as procissões são conhecidas pelas belas imagens da Paixão de Cristo.

Desfilam: El Carmen, La Sed, San Bernardo, El Buen fin, La Lanzada, El Baratillo, Cristo de Burgos, Siete Palabras e Los Panaderos.

Quinta-feira Santa

Um dia muito cheio, com procissões muito tradicionais. Nesse dia, muitas sevilhanas vão com vestido e véu típico pretos e os homens vão com terno escuro em homenagem à Última Ceia .

Desfilam: Los Negritos, La Exaltación, Las Cigarreras, Montesión, Quinta Angustia, El Valle e Pasión.

semana santa sevilha
(Foto: Hernán Piñera)

Madrugá - Madrugada

A madrugada da quinta pra sexta é a noite mais intensa com as procissões mais veneradas e emocionantes. É a noite do silêncio e da seriedade, marcando o momento mais especial da Semana Santa sevilhana.

Desfilam: El Silencio, Gran Poder, La Macarena (a Virgem Esperanza Macarena é a mais popular de Sevilha), El Calvário, Esperanza de Triana (outra grande devoção de Sevilha) e Los Gitanos.

semana santa sevilha
A Virgem Esperanza Macarena (Foto: Manuel Vilela)

Sexta-Feira da Paixão

Outro dia muito cheio e com procissões com muitos misterios (cenas da Paixão de Cristo).

Desfilam: La Carretería, Soledad de San Buenaventura, El Cachorro, La O, San Isidro, Montserrat e La Mortaja.

Sábado

A procissão da Soledad de San Lorenzo fecha o ciclo de penitências e da Semana Santa de Sevilha.  À noite, são realizadas nas igrejas a vigília de Páscoa comemorando a Ressurreição de Cristo.

Costuma ser um dia tranquilo pra ver as procissões, já que muitos sevilhanos viajam pra aproveitar o feriado.

Desfilam também: El Sol, Los Servitas, La Trinidad e El Santo Entierro, que é um cortejo cívico-religioso que simboliza o enterro de Cristo em que também participam as autoridades da cidade.

Domingo de Páscoa

Há uma última procissão feita pela irmandade El Resucitado. E assim se acaba a Semana Santa de Sevilha.

- Que problemas você pode encontrar ao visitar Sevilha durante a Semana Santa?

Pra você que não tem ideia de como é a Semana Santa em Sevilha, vá mentalizado que é preciso ter muita paciência pra tudo: os hotéis, bares, restaurantes e transportes públicos ficam lotados (pra não dizer um caóticos), cada canto de cada rua tem devotos espremidos tentando ver ou chegar perto das imagens, pode ter algum engraçadinho (idiota) simulando ataque terrorista, causando pânico na multidão...

Outra coisa pra se considerar é o tempo: se chove, não há procissão. As irmandades ficam em suas igrejas ou se refugiam em outras, no caso de começar a chover no meio do caminho. É bom dar uma olhada na previsão antes, pra não se decepcionar.

Se a sua intenção é correr da Semana Santa em Sevilha, saiba que há procissões menores e atividades alguns dias antes da data oficial, o que pode atrapalhar um pouco sua visita à cidade.

Independente de qual seja sua religião, recomendo a quem puder ir, já que é uma dessas festas que mostram a identidade de um povo. Pode ser cansativo e demorado ter que esperar os pasos passarem, mas tente ver pelo menos uma procissão, não deixa de ser um acontecimento cultural. E a fé dos outros pode ser emocionante também!

Pra saber mais sobre a Semana Santa de Sevilha, visite a página:
https://www.semana-santa.org/

- Planeje sua viagem

  

Nenhum comentário

Back to Top