A Magia das Noites Brancas e do Sol da Meia-Noite

Noites Brancas

Muitos turistas são atraídos aos Países Nórdicos no inverno pela a aurora boreal, mas há outros fenômenos mágicos que acontecem em outras épocas do ano nas regiões perto dos Círculo Polar Ártico: as Noites Brancas e o Sol da Meia-Noite.


O que são as Noites Brancas?

Ao longo de várias semanas entre a primavera e o verão do Hemisfério Norte, as noites são as mais curtas do ano: 20 horas iluminadas pelo sol e uma noite em que a luz solar não chega a desaparecer por completo nos países bem ao norte do globo. Nas 4 horas que deveriam ser noite, o céu fica com um tom azul-esbranquiçado, como se fosse um eterno entardecer/amanhecer.

Há evento anual que começou em Paris em 2002 e hoje acontece em várias grandes cidades que se chama Noite Branca. Nesse evento, uma noite é dedicada à uma programação artística e cultural gratuita em vários locais das cidades.

finlandia

finlandia

O que é o Sol da Meia-Noite?

Nesse fenômeno, o sol nunca se põe. Durante o verão a noite nunca chega, há luz nas 24 horas do dia. No entardecer o sol chega perto da linha do horizonte para depois começar sua ascensão no amanhecer. Quanto mais perto do Polo Norte mais dias com o fenômeno, e o sol se mantém na linha do horizonte por vários meses.


Foto: Wikipedia

Por que acontecem esses fenômenos?

Por causa do movimento de rotação da Terra. Quando o nosso planeta gira ao redor do sol, o faz com uma inclinação de 23,4º causando as diferentes estações do ano. Essa inclinação faz com que o Polo Norte fique exposto ao sol durante todo o verão.

Vantagens e Desvantagens

Vantagens

A maior das vantagens é ter mais "dia" e dá pra fazer mais coisas, o que é ótimo principalmente pra quem está fazendo turismo. A gente se sente com muita disposição! 

E depois de um rigoroso e longo inverno, os moradores aproveitam ao máximo essa época que dura muito pouco, porque em seguida será o contrário: poucas horas de luz e a maior parte do dia na escuridão. Então, na primavera e no verão, pipocam festivais e festas em espaços públicos e as pessoas passam muito tempo na rua. 

E pela cor do céu, o clima agradável e a efemiridade do fenômeno, é uma época romântica, quase poética. O russo Dostoievsky é um dos vários autores inspirados pela magia das noites brancas. E até li uma brincadeirinha de que a maioria das crianças finlandesas nasce 9 meses depois da festa de São João, a festa de solstício de verão (a noite mais curta do ano).

Desvantagens

Pra quem está acostumado que o dia seja dia e a noite seja noite, passar muito tempo nesse estado de alerta e animação no final das contas pode ser esgotador: noites mal dormidas, cansaço, irritação...

Mas eu vou dar um conselho simples pra você driblar o problema da luz durante uma estadia curta: uma máscara de dormir. Vai por mim, não viaje confiando em que haverá cortinas que bloquearão toda a luz solar.

Eu que estou morando por uma temporada na Finlândia, amenizei o problema com uma gambiarra: tapei a parte lateral das janelas com papel alumínio. Não fica a coisa mais bonita do mundo, mas o que eu quero é que a minha menininha durma bem. Ela não queria ir pra cama porque pensa que é dia, e levanta cedinho porque o quarto já estava todo iluminado. Com o papel alumínio melhorou bastante a questão da iluminação nos quartos.

Como eu vivo as noites brancas?

Há alguns dias que estou muito irritada e durmo um sono inquieto. Algumas vezes passo o dia igual a um zumbi e começo a ficar animada quando vai dando a hora de dormir. Mas cadê o sono quando lá fora o dia ainda está bombando? 😁
Sabe de uma coisa? Vai passar rapidinho, essa temporada dura muito pouco. A maior parte do ano será na quase completa escuridão. Então, a gente tem é que aproveitar.

Está sendo uma experiência diferente e maravilhosa! São dessas coisas que eu nunca imaginei que viveria na vida, dessas que é pra contar pros netos. Se você tiver a chance de viver uma, viva! A melhor definição é que é realmente mágico!


finlandia
Todo mundo bem acordado em casa!

Nenhum comentário

Back to Top